Crôa do Goré, um passeio paradisíaco

Crôa do Goré, um passeio paradisíaco

Podemos associar a Crôa do Goré como um lugar paradisíaco por conta da sua peculiaridade: é um banco de areia que surge somente na maré baixa. Além disso, é um lugar que pelo fato de proporcionar ao visitante contemplação em contato com a natureza por conta de ser acessível apenas por embarcações (lanchas, barcos ou catamarãs) que fazem a travessia da Orla do Pôr do Sol, na praia do Mosqueiro, é um passeio que revela pequenas ilhas fluviais, vegetação preservada e manguezais nativos.

Integrando a região de praias do extremo Sul da capital, em Aracaju, a Crôa do Goré é uma ilha temporária que encanta os turistas, garantindo um cenário belíssimo e momentos de pura diversão, a exemplo de um delicioso banho de rio onde a água é morna, tranquila e areia amarronzada no fundo, e por não existirem ondas, o local é ideal para levar crianças.

Crôa do Goré, um passeio paradisíaco 1
Foto: Davi Costa

Na Crôa do Goré tem bares flutuantes e barracas rústicas de sapé que servem iguarias da região como caldinhos de ostra, sururu, aratu, além de peixes-fritos e pastéis de camarão, proporcionando uma experiência saborosa, e também é propício para curtir um descanso revigorante em baixo dos sombreiros rústicos de palha, ou ainda se divertir com a prática de esportes como o stand up paddle ou passeio de caiaque.

Um lugar paradisíaco que merece ser conhecido, a Crôa do Goré possui uma paisagem que vai mudando conforme a maré vai subindo, portanto, num determinado momento os bancos de areia ficam completamente submersos, então é hora de partir.

Crôa do Goré, um passeio paradisíaco 2
Foto: Davi Costa

Como chegar
Saindo de Aracaju, segue em direção ao Povoado Mosqueiro, na Rodovia dos Náufragos, até o cais na Orla Pô do Sol, onde ficam parados os catamarãs e lanchas que fazem a travessia até a Croa do Goré.

Curiosidades

  •  O nome Crôa do Goré vem da junção ‘Crôa’ = elevação de terra nos rios, como um banco de areia, e ‘Goré’ = nome dado ao caranguejo que vive nos manguezais da região.
  • Localizada no estuário do rio Vaza Barris, o local tem uma importância histórica, pois foi nas margens desse rio que aconteceu a Guerra de Canudos, no sertão baiano.
  •  Os guarda-sóis de palha instalados na Crôa do Goré sinalizam o local, ou seja, eles fazem o convite ao visitante independentemente do nível da água.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *